Estratégias para a Páscoa

Estratégias para a Páscoa

Olá, bom dia, boa tarde ou boa noite!

historia-do-ovo-de-pascoa-serlares-01Com as inúmeras noticias que circulam pelas mídias sobre crise acredito que não é mais novidade pra ninguém o fato de que a empresa que ficar parada e não procurar um diferencial ou mesmo algo que não seja diferencial, mas que não tenha sido explorado de forma assertiva irá ficar para trás.

Bem, partindo deste principio acabo de ver uma matéria no site Varejista onde os fabricantes de ovos de pascoa podem ter encontrado uma saída para o que poderia causar queda nas vendas neste ano.

Achei interessante a estratégia de reduzir a média dos ovos, que como a mesma mostra era de 400g e passará a ser de 250g, alias com a mesma ação pretendem aumentar a produção em 10%, também vão buscar por licenciamentos mais baratos, para reduzir os custos do produto final, correto? Não errado! A ideia é aumentar o preço do produto final.

Sim, os ovos que além de serem menores e terem produtos licenciados mais baratos terão aumento de 6% a 10%.

Os especialistas explicam que o aumento será necessário por conta do açúcar ter aumentado no mercado externo, desvalorização do real, inflação, custos com armazenagem, energia, combustível, logística e até o que ainda não é cobrado entra no CMV do produto o aumento do IPI sobre chocolates.

No final das contas eu acredito que é justificável o aumento, no entanto não concordo, o maior vilão na maioria das indústrias é sem dúvida as Perdas!

Elas corroem a margem e deixa o fluxo de caixa sempre apertado, as grandes indústrias estão acostumadas a terem margem com mais de dois dígitos para produtos sazonais e justamente quando encontram dificuldades procuram como sempre repassar isto para o consumidor, no caso o varejista que por sua vez tem margem apertadíssima e tem que se desdobrar pra não ter maiores prejuízos como, por exemplo, os famosos ovos quebrados.

Alguns clientes tem o costume de aperta os ovos de páscoa antes de comprar e muitas vezes quebram, para piorar o varejista terá que assumir este prejuízo sozinho, isso porque algumas fabricantes e distribuidoras já avisaram que não tem acordo para reembolsar valor dos ovos quebrados.

Para finalizar o post que acredito já está longo demais, você varejista que provavelmente já esta com o produto exposto em sua gôndola, procurem orientar clientes e funcionários para os cuidados que devem existir com relação ao produto, também não se esqueça de verificar se realmente o layout do produto está correto.

Consumidor verifique o preço dos produtos e pesquise bastante muitas vezes bastam dez minutos de pesquisa e conseguimos encontrar descontos de até 20%, sempre achei um absurdo o preço de ovos de pascoa comparado às barras de chocolate, questões como embalagem e mão de obra no meu ponto de vista não aumenta tanto o produto.

Related Posts

Facebook Comments