Furtos na loja como agir?

Furtos na loja como agir?

Sem sombra de dúvida os furtos tiram o sono de qualquer empreendedor, cada dia existe mais e mais tecnologias focadas na gestão e redução dos furtos.

Temos que admitir que seja uma pratica comum na maioria das lojas, o seu tratamento é complicado, pois nossas leis ainda não são vigorosas nas punições e acabamos sempre saindo no prejuízo. Muitas vezes o próprio gestor não presta queixa deixando, pois sabe que o furtante será solto e acaba que ele perdendo horas e horas numa delegacia por conta da nossa burocracia e pouco adiantando.

No entanto temos que buscar soluções principalmente por estarmos quase em nosso período mais importante, período natalino! Onde as vendas e margem disparam, mas junto com ela também dispara os furtos já que muitos se aproveitam da fragilidade em dias de tanto fluxo em nossas lojas.

Para começar você deve treinar sua equipe, como sempre falamos aqui nos site o treinamento é a chave do sucesso na redução das perdas, você deve treinar todos os colaboradores de geral mostrando a situação como um todo, mostrando muitos vídeos e dando exemplos práticos que ocorrem no dia a dia de uma loja. Mas também não se esqueça dos treinamentos setoriais onde você vai debater sobre particularidades de cada setor da empresa, ou seja, setor de eletros deve ter uma atenção diferente do setor de frios e assim por diante.

Nos treinamentos deixe sua equipe participar, pois do contrario seu treinamento vai passar a ser um monologo chato e a equipe não vai se engajar.

Circuito Fechado de TV (CFTV), sabemos que hoje são poucas as empresas que não possuem um sistema de monitoramento, mas o que devemos pensar é: Será que a minha empresa sabe utilizar o CFTV?

O CFTV deve esta engajado com as outras áreas, ou seja, ele deve saber qual a dificuldade de cada departamento e direcionar os esforços para o mesmo, para não acontecer situações onde existe uma câmera focada na sidra de R$ 3,99 enquanto o espumante de R$ 199,00 está sem nenhum tipo de monitoramento.  Será que é necessário? Você tem que ter a resposta, pois se o item com maior valor furtado for o de R$ 3,99, então realmente você pensou.

Outro ponto importante no CFTV é o mapeamento das câmeras, muitas vezes não temos nome nas câmeras e principalmente não marcamos as mais importantes e criamos o chamado fluxo de monitoramento.

O que é o fluxo de monitoramento? É simplesmente o percurso que pode ser seguido por quem esta na loja tipo você ter as câmeras do corredor de bebidas uma ao lado da outra no sistema, facilitando assim o acompanhamento do mesmo. Portanto não se esqueça de nomear e mapear tudo. Verifique os pontos cegos da loja para que seja o mínimo possível. Cuidado com as bandeiras de promoção e outros cartazes colados no teto da loja, às vezes o mesmo pode ficar justamente na frente de uma câmera. Não se esqueça do estoque, temos muitos furtos internos também e boa parte deles nem chegam ao piso de loja.

O operador de caixa deve ser orientado em seu treinamento com relação a pratica de ocultação de produtos dentro de outros produtos, o furtante compra um liquidificador e aproveita para colocar dentro da caixa um desodorante.

furtante

A maior dúvida por parte dos colaboradores da empresa é sempre: Como agir se eu presenciar ?

Primeiramente eu aconselho a nunca agir por impulso, lembre-se que até o cliente sair de sua loja ele pode colocar o produto onde quiser! O furtante só pode ser abordado fora da loja, isto evita problemas futuros para a sua empresa, mas vou deixar abaixo algumas dicas que podem ser utilizadas e não geram transtornos no momento e nem futuros.

  • Se você ver um “cliente” colocar um produto no bolso aja naturalmente, pegue uma sestinha da loja e ofereça ao mesmo, seja simpático e diga a ele o seguinte “Senhor aceite uma de nossas sestinhas” ou “Senhor o local onde você colocou o produto não é o mais adequado, por favor use uma de nossas sestinhas e evite se machucar”. Caso ele não aceite não insista deixe-o “à vontade”;
  • Nunca toque no “cliente”, ele pode forjar uma agressão;
  • Avise ao encarregado de prevenção ou profissional responsável da sua loja, aconselho uma comunicação direta com o CFTV, para que o mesmo possa ser monitorado;
  • Não fique acompanhando o mesmo dentro da loja, ele pode se sentir coagido a sair da loja ou mesmo a pagar algo;
  • Cuidado com o rádio comunicador tente usar fones caso contrario fique afastado para que o mesmo não escute;
  •  Caso o furto seja concretizado, ou seja, o “cliente” tenha saído da loja sem pagar o produto, o mesmo deve ser abordado. Lembre-se que só é concretizada após ele ter saído da bateria de caixa;
  • Cuidado com a abordagem, ela deve ser individual e sem causar nenhum tipo de alarme, chame o mesmo no canto, sem toca-lo e fale que ele se esqueceu de pagar o item;
  • Não faça a abordagem em sala fechada, sem câmera e sem testemunha. Jamais deixe o furtante preso em algum local, isso pode se reverter em cárcere privado. Portanto se chamar a policia fique em sala aberta com câmera e testemunha;
  • Não deixe nenhum objeto cortante ou coisa do tipo perto do furtante, ele pode forja agressão;
  • Caso o “Cliente” seja um idoso, tenha cuidado redobrado. O idoso pode ter realmente esquecido de pagar o produto e caso ele tenha se aproveitado dessa condição para tentar cavar um dano moral evite da maneira mais fácil, avisando que o mesmo esqueceu-se de pagar por um produto e pergunte se ele vai querer levar aquele item. Se ele não for levar o produto apenas peça o produto ao mesmo.

Não vale a pena você correr o risco de sofre prejuízos altíssimos por conta de um desodorante ou mesmo outro item de pequeno valor agregado quando temos casos com idosos e menores. Procure um ponto de equilíbrio entre as suas politicas e as leis brasileiras lembre-se que tudo nas mãos de um bom advogado pode virar um vendaval.

Related Posts

Facebook Comments