Quebra Operacional – Recebimento de Mercadorias

Quebra Operacional – Recebimento de Mercadorias

Olá pessoal, como mencionado na postagem anterior, falei um pouco sobre quebras operacionais, como o tema é vasto, resolvi dividir em partes, e agora vou falar sobre quebras operacionais no recebimento de mercadorias.

O processo de recebimento é de suma importância e exige muito conhecimento técnico por parte dos conferentes, além desse fator existe ainda a questão de ser um cargo de confiança. Então o primeiro passo é ter um conferente de confiança, por ser uma função onde ele é responsável em analisar o que esta entrando, faz com que profissionais sem bons princípios, sejam facilmente subornados. Por exemplo, no momento da entrega faltou uma caixa de uísque, daí o motorista responsável pela entrega, paga um valor pra o mesmo acatar a nota, prejudicando a empresa, onde só vai ser identificada a falta em um inventário, que não é uma quebra operacional, na verdade é uma perda de inventário, ou perda não identificada, a não ser que seja identificado o exemplo citado.

A grande dificuldade no ata de conferencia, e fazer com que todos os processos sejam obedecidos, ou seja, que os testes de qualidade sejam realizados como qualidade, por exemplo, se no ato do recebimento vejo uma caixa de óleo de soja molhada, existe algo de errado, devo verificar a mesma abri-la e olha item a item, e caso encontre sinistros que seja resolvido no ato do recebimento, e não deixar passar.

O prazo de validade deve ser rigorosamente verificado, deve-se ter uma tabela no departamento, contendo o prazo ideal para o recebimento de cada categoria, numa linguagem simples, nada de perecível receber com até 70% de vida útil, tem que usar perecíveis com 40 dias de vendas e etc. Existem exceções, já que no mundo real não existe algo sempre perfeito, para estas questões teremos que solicitar autorização do setor comercial, ou outro dependendo de sua empresa, e preencher um Checklist contendo os seguintes campos: data, número da nota fiscal, nome da empresa, nome do produto, data de validade, assinatura do conferente, assinatura do aprovador. Parece ser longo mais na verdade é pratico, e importantíssimo no dia a dia.

É importante que o conferente passe a analisar a maneira como esta sendo descarregadas as mercadorias na doca, muitas vezes os entregadores jogam mercadorias no chão, o que pode ocasionar em quebras, como diz o professor Ivan Moreira, temos que ter dor de dono, pois se a mercadorias fossem dele, e estivesse sendo entregue em sua casa, ele não iria deixar que isto acontecesse, por tanto, cuidado lembre se isso é dinheiro.

Não podemos esquecer as avarias que ocorrem no descarrego, as mesmas devem ser resolvidas também no ato do recebimento, podendo ser emitido uma nota fiscal de devolução, a reposição da mercadoria em uma próxima entrega entre outras, isso vai muito de acordo com o processo adotado pela sua empresa, mas se por acaso ela não tiver, o mais indicado é que seja emitida uma nota fiscal de devolução.

Antes de qualquer mudança no seu procedimento operacional, temos que primeiro fazer a parte mais importante, o Treinamento das equipes, como eu digo funcionário não instruído, não pode ser advertido. Agradeço a todos pelos comentários e e-mails, peço que continuem divulgando o nosso site. Até logo.

Related Posts

Facebook Comments